Prêmio de Incentivo à Publicação Literária – 200 anos de Independência

Tom S. Figueiredo incia 2020 com mais um prêmio literário na carreira. Sua novela infantojuvenil Eram muitos leões foi uma das 20 obras vencedoras da segunda edição do Prêmio de Incentivo à Publicação Literária – 200 anos de Independência, promovido pelo Ministério da Cidadania.

Todas as obras que participaram da seleção deveriam abordar de forma livre a temática do Bicentenário da Independência do Brasil. Eram muitos leões foi escrito por Tom especialmente para o Prêmio e aborda o tema através da história de CS, um garoto de 10 anos adepto das Teorias da Conspiração, que acaba se metendo em uma trama de espionagem e mistérios que envolve um manuscrito desconhecido do Imperador D. Pedro I e os planos secretos de uma poderosa empresa multinacional.

O resultado final do concurso foi publicado no Diário Oficial da União do dia 27 de dezembro. Cada um dos vencedores receberá R$ 30 mil, totalizando R$ 600 mil em premiação. Participaram da seleção 132 livros inéditos de escritores de todo o Brasil. As obras foram avaliadas por especialistas e professores universitários renomados a partir de critérios como criatividade, originalidade, qualidade literária, clareza, objetividade e contribuição à cultura nacional.

Tom S. Figueiredo é escritor de livros, HQs, peças de Teatro e roteiros de Cinema e TV. Foi vencedor do Concurso Contos do Rio (Jornal O Globo), do Prêmio Funarte de Dramaturgia (Ministério da Cultura) e fez parte da equipe que conquistou seis HQ MIX – o “Oscar” nacional dos Quadrinhos – com as publicações da Turma do Xaxado, de Antonio Cedraz. É autor de “Bem-vinda assombração” e “A Moça-gorila e o Engolidor de Elefantes”.

Marcado com:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*